O Instituto Avalon é uma organização com mais de duas décadas de atuação voltada para a divulgação, educação, aplicação e pesquisas de conceitos e técnicas promotoras da qualidade de vida, priorizando as técnicas naturais e suas premissas. Considerando a integração harmoniosa entre as diversas entidades (mente, emoção, energia vital e físico) que compõem o ser humano e o meio ambiente. Os profissionais que formam a equipe de terapeutas do Instituto são experientes, com reconhecida competência em suas especialidades.

ESTAMOS HONRADOS E FELIZES E QUEREMOS COMPARTILHAR COM NOSSOS AMIGOS ESTA CONQUISTA:

Em 30 de setembro de 2015, foi conferido ao Instituto Avalon, o PRÊMIO QUALITY EDUCAÇÃO, pela International Quality Company, com a chancela da Sociedade Brasileira de Educação e Integração.

INSTITUTO AVALON - há 25 anos formando os melhores profissionais!

Ayurveda, a Ciência da Vida



Ayurveda, a Ciência da Vida

Dr. Marco Fabio Coghi




Como viver em harmonia conosco mesmo e com a natureza?
Essa é uma das perguntas que todos nós nos fazemos desde tempos mais remotos até os dias atuais. A resposta a essa pergunta, segundo os sábios antigos da Índia, conhecidos como Rishis, encontra-se no Ayurveda. Ayus (ou Ayur), do sânscrito, significa Vida, e Veda é Ciência ou ainda, Conhecimento. Portanto, o Ayurveda é entendido a como sendo a Ciência da Vida, o conhecimento de como viver de forma correta em harmonia consigo mesmo e com todo Cosmo.
Embora o Ayurveda seja por vezes confundido como sendo um tipo de medicina complementar/alternativa, ele é muito mais abrangente do que podemos imaginar. Leva em consideração os diferentes aspectos da vida e sua relação com as leis universais que regem o macro e o microcosmo. O Ayurveda foi concebido pelos antigos sábios hindus através de séculos de observação da natureza interna e externa do homem, e pela descoberta das leis naturais que subjuga a tudo e a todos.
Conta a lenda que o homem, há milhares de anos, era feliz, forte e saudável.
Porém, com o passar das eras e ao afastar-se dos princípios éticos que os norteavam, veio a sofrer as conseqüências dessa ação: tornou-se fraco e doente. Os sábios de então se reuniram em uma grande assembléia, aos pés dos Himalaias, para debater e encontrar uma solução para a decrepitude humana: como eliminar as doenças e o sofrimento e resgatar sua integridade. Foi quando o deus Indra passou o conhecimento do Ayurveda para o sábio Bharadwaja que disseminou aos demais sábios.
Os conceitos do Ayurveda formam reunidos inicialmente em um compêndio, conhecido com Charaka Sumhita, os Ensinamentos de Charaka. Charaka foi um grande médico que viveu em época ainda não determinada com precisão: muitos autores defendem a data de 1.000 a.C, e que reuniu todo conhecimento da medicina existente na época. Outros livros-textos importantes do Ayurveda vieram a seguir, como o Sushruta Samhita, escrito pelo cirurgião Sushruta em 800 a.C. e Asthanga Hridaya, escrito por Vagbhata em 600 a.C.
Mas o que é então o Ayurveda?
O Ayurveda parte do princípio de que o homem é composto simultaneamente por quatro veículos, de diferentes “densidades”. A vida só é possível quando os quatro veículos coexistirem simultaneamente. O ser humano é constituído por espírito, mente, emoções e corpo físico, o último sendo mais denso dos quatro. Os três corpos “inferiores” sofrem mudanças com o tempo, portanto, são qualificados como corpos materiais. O espírito (atmã) é inalterado e é considerado como sendo energia. A saúde é encontrada quando existe um perfeito alinhamento dos quatro corpos. Quando há dissociação do equilíbrio entre um ou mais corpos, surge a doença. A doença pode, por exemplo, iniciarse por uma desconexão entre o espírito e a mente e afetar toda cadeia.
Então, para combater a decrepitude humana, o Ayurveda se preocupa com a busca do equilíbrio espírito-mente-emoção-corpo físico. E tem um tipo de tratamento para cada um deles. Busca restabelecer a harmonização destes veículos.
O Ayurveda é, portanto, mais que um sistema médico como conhecemos no Ocidente: é um estilo integral e equilibrado de vida. Nesse estilo de vida, a alimentação é balanceada de acordo com a constituição pessoal. Os exercícios físicos leves, como o yoga, são praticados de forma regular. A meditação é usada para elevar a mente a estados mais próximos do espírito, buscando assim a consciência plena.
Ervas, música, astrologia védica, gemologia, massagem corporal (massoterapia Ayurvédica) entre outras tantas atividades também fazem parte desse sistema holístico milenar.
O Ayurveda por ser tão abrangente, é conhecido como a Ciência da Vida, a arte de viver em plena harmonia.

 Participe do Curso
 Introdução Ayurveda e Massagem Ayurvédica

de 21 à 23 de Abril de 2016
 

http://info.institutoavalon.com.br/curso-massagem-ayurveda-2016


http://info.institutoavalon.com.br/inscricao-massagem-ayurveda


FOTO KIRLIAN, BIOELETROGRAFIA






A foto Kirlian, hoje também conhecida como bioeletrografia, conceito que incorpora outros equipamentos além da máquina Kirlian, registra, de forma gráfica em um filme fotográfico comum, imagens do campo bioeletromagnético presente nos corpos, cuja variação de cores, intensidade e sinais específicos correspondem a alterações e processos de equilíbrio, ou não, do bem-estar do indivíduo, de acordo com a codificação estabelecida pela técnica de análise.
Desde 1777, existem relatos da tentativa do homem em registrar este campo de energia que existe em torno dos seres vivos e objetos.

Um dos pioneiros destes esforços é o padre brasileiro Landell de Moura que no Brasil, em 1904, desenvolveu uma máquina semelhante à de Kirlian. Batizou de perianto o halo luminoso em torno dos objetos em suas fotos, mas este fenômeno foi confundido com perispírito (do espiritismo) e graças ao preconceito da época, em especial da Igreja Católica, a qual era subordinado, foi impedido de continuar seus estudos e só mais tarde seu trabalho veio a ser reconhecido.

    Em 1939, o engenheiro Semyon D. Kirlian e sua esposa descobriram acidentalmente um efeito especial em suas eletrografias de alta tensão/frequência: o EFEITO KYRLIAN. Desenvolveram então um trabalho de pesquisa sobre a foto Kirlian que só foi divulgado ao mundo em 1960, devido as restrições impostas pelo quadro político da época.

 Na Rússia, em 1999, o Ministério da Saúde reconheceu oficialmente a bioeletrografia como fato científico e passou a recomendar sua utilização como recurso válido para diagnósticos.

O Instituto Avalon, desde 1990, tem utilizado a foto Kirlian na avaliação dos desequilíbrios e no acompanhamento terapêutico, com muito êxito. Nosso trabalho de pesquisa procura desmistificar os arranjos gráficos apresentados na foto kirlian ou bioeletrografia.

No V Congresso Oficial da União Internacional de Kirliangrafia Científica e Aplicada foi apresentado o trabalho de autoria da fonoaudióloga e terapeuta naturalista Célia Cruz e do engenheiro eletrônico e também terapeuta Serg Rios Alves, onde se comprovou, através de extensiva pesquisa, que existem sinais presentes na foto kirlian que denunciam tendências alérgicas assim como eventos presentes ou iminentes. 

Para os profissionais que trabalham com terapias naturais esta é uma importante ferramenta de comprovação da eficiência terapêutica e como auxiliar em suas avaliações, permitindo uma observação qualitativa e quantitativa registrável, de desequilíbrios energéticos, emocionais e físicos.
 

Participe do curso de Bioeletrografia 
neste domingo dia 13/03/2016

http://info.institutoavalon.com.br/curso-de-coaching-com-video-da-dhelba